quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Carduelis cucullata - O Tarin da Venezuela


O Pintassilgo-da-Venezuela (Carduelis cucullata) é um pequeno pássaro da família Fringillidae, originário da América do Sul tropical, do norte da Colômbia, da Venezuela, onde é conhecido como "cardenalito". Recentemente foi descoberta uma população na Guiana. Também muito conhecido no Brasil como Tarim.
Essa bela espécie vem tornando-se bem popular entre os ornitólogos, por sua inegável beleza e canto.
O pintassilgo da Venezuela que era comum no início do século XX, tornou-se raro e está presente apenas em bolsas isoladas. Antes aparecia em 15 estados do norte da Venezuela, mas os avistamentos mais recentes restringem-se apenas a sete estados. Em Trinidad, onde sempre foi raro, desapareceu. Uma pequena comunidade mantém-se no Norte de Santander (Cúcuta), na Colômbia. Em 2000 foi descoberta um nova população no sudoeste da Guiana (Rupununi), talvez de várias centenas ou poucos milhares, a 950 km da localidade venezuelana mais próxima.
A espécie foi descoberta por Swainson, em 1820, em Cumaná na Venezuela. Recentemente foi proposto incluir esta espécie nos géneros Spinus ou Sporagra, mas isso implicaria a revisão de todas as espécies e seus parentescos, o que ainda não foi feito. Sem subspecies.
Ave semi-nómada, encontra-se entre os 100 e os 1500 m, em florestas úmidas de árvores de folha persistente, bosques de árvores de folha caduca, orlas de bosques, clareiras, pastos, moitas de arbustos.
Alimenta-se de frutos (figos), de gomos de flores, de sementes de plantas herbáceas.Também consome insetos pequenos, grãos de cajueiro-bravo (Curatella americana), sementes de dente-de-leão (Taraxacum officinale), botões florais de uma asterácea (wedelia) e frutos de phoradendron.
O período de reprodução dura de Abril a Junho, com um segundo período de Novembro a Dezembro. A fêmea constrói o ninho em forma de taça com palhinhas, raízes secas, fibras de coco, pelos de animais, em árvores altas. Na Guiana o ninho é construído na folhagem densa no topo de árvores como o cajueiro-bravo (Curatella americana). A postura consiste de 3-4 ovos esbranquiçados. As pequenas crias nascem ao fim de 12-14 dias, são alimentadas pela fêmea e ficam totalmente emplumados aos 12 dias.

Vídeos desse lindo pássaro: